Parmesão? Só se for da Itália!

por sanson em 27 de fevereiro de 2008
postado em Mundo da culinária | comentar | FEED |

É isso que determinou a justiça da Europa. Apenas os queijos que são produzidos em Parma, na Itália, podem ser considerados e chamados de parmesão.

Resumo da ópera, aquele queijinho ralado que você compra na mercearia da esquina, me desculpe, não é parmesão!

Compartilhe:

Digg it! Del.icio.us Google Bookmarks Facebook Technorati rec 6

12 Responses to “Parmesão? Só se for da Itália!”

  1. julie Disse:

    ah tá, é só queijo ralado…podia chamar então queijo castrão (os que vem de castro)

  2. regina Disse:

    Mas que povo provinciano,né??????
    Se a gente cham,a de parmesão, quer dizer TIPO ié:
    queijo tipo parmesão. Quem sabe todo mundo entende essas coisas, tá bom, uai????!!!!!!

  3. regina Disse:

    Mais um comentário::: será que só mineiro pode fazer queijo Minas???? isso só pode ser coisa de mané…. Já comi muito queijo tipo parmesão feito em Minas Gerais., …. TREM BÃO, NÉ SÔ?????!!!!!!!!

  4. Rita Copetti de Queiroz Disse:

    Olá!

    Não vejo nada de provinciano nisso pessoal.

    Como um bom vinho, espumante e um bom óleo de oliva, o parmesão tem denominação de origem. Ou seja, ele tem um selo.
    O que permite que os produtores destes queijos consigam preservar as técnicas e obtenham bom preços pelo eu produto no mercado, deixando de ter que competir com queijos de qualidade inferior e antes chamados de parmesão.
    Isso não significa que você não vais mais encontrar o seu queijo no supermercado, ele vai continuar lá, mas agora vai estar escrito na embalagem (em alguns já está escrito) QUEIJO RALADO TIPO PARMESÃO ou se vc está acostumado a comprar peças de queijo dessa qualidade será um QUEIJO TIPO PARMESÃO.
    E sim, o queijo minas tem denominação de origem!!! Então só é queijo minas aquele que é fabricado em Minas!

    Isso é uma coisa boa, e valoriza os produtores!

  5. sanson Disse:

    Eu concordo mais com a Rita. Acho que cai no mesmo esquema da palha de aço e bombril! Mas a discussão é boa!

  6. Rita Copetti de Queiroz Disse:

    Nossa! A discussão é otima!

    É como o champanhe.

    Claro que é uma maneira protecionista, que atinge muita gente, mas quando se trata de um produto de uma região que a muito tempo vem produzindo e se orgulha disso, vale a pena criar um selo desses.

    Pra quem quiser conhecer o site italiano do PARMIGIANO REGGIANO entre em http://www.parmigiano-reggiano.it/
    Incrível pq tem receitas otimas por lá, e pra quem entende um pouco de italiano tem todas as iformações tecnicas. Se italiano não é se forte, use as ferramentas de idioma do google, ele traduz tudinho pra ti!

    bjinho!

    Rita Copetti!

  7. Nataniel Disse:

    O que importa é que queijo é muito bom, todos. Falando em produção local, espero conseguir ir à Portugal e poder saborear os legítimos, tão famosos e (acredito que sejam), deliciosos, Pastéizinhos de Belém.

  8. dani Disse:

    mas quase todos eles vem “tipo Parmesão” na embalagem

  9. Lilian Disse:

    E’ isso mesmo Regina: queijo minas é só pode ser chamado aquele feito em Minas!! Como a Rita tb falou.

    Aqui na Itália tem um que é parecido, assim como o parmesão brasileiro é parecido com o Parmegiano-Regiano, mas não é a mesma coisa.

    Ah! Do mesmo jeito de que o Parmegiano-Regiano e tantos outros pordutos de origem controlada, os laticínios mineiros poderiam se reunir, definir o modo de produção, criar um selo de qualidade e registrar o selo “queijo MINAS” de origem controlada.
    Com isso todo mundo quando for ao supermercado e encontrasse um “queijo MINAS” saberia que ele segue um processo de fabricação, segue um padrão de qualidade e realemnte foi feito em Minas, pelas vaquinhas de mineiras e não no inteior de S.P e nem de Gioania!!

    [ ]

  10. Sandra Disse:

    Lilian, não é que o parmesão brasileiro é parecido com o Parmegiano-Regiano, e sim é uma cópia, uma falsificação. Pode ser bom também, mas chegou-se a ele, parmesao, na tentativa de clonar o parmegiano. Agora voces sabiam quem os maiores produtores (piratas) de parmesao ou parmegiano? Os Autralianos. Mas com a nova lei, eles tambem terao de colocar uma indicação de que o produto nao é original ou seja, fabricado na Italia. Lembre-se,nao da pra comparar o queijo minas com o parmesao uma vez que o Minas (um dos quatro tipos fabricados no Brasil) é muito conhecido no Brasil e o parmesao é mundial. Mas eu tambem adoro o queijo minas. ôooo minerada metida a besta sô…

  11. Osvaldo Filho Disse:

    Saudações,

    Aqui em Alagoa - MG, todos que residem na Zona Rural produzem o queijo tipo Parmesão, que é muito famoso. Só que, na verdade, o queijo produzido aqui não pode ser produzido em qualquer outro lugar do mundo: por causa da altitude, clima, topografia e outros fatores significativos que interferem no sabor do queijo. É uma delícia!

    Então, há uma expectativa de, junto à EMATER-MG, criarmos o QUEIJO ALAGOA, pois é um tipo de queijo que só é produzido aqui. Desta forma não desagradaríamos a Corte Européia, ganharíamos nome, reconhecimento e valorização.

    Para verem o queijo produzido aqui acessem: http://www.alagoamg.com.br

    Att.

    Osvaldo Filho
    Secretário de Gabinete
    Prefeitura de Alagoa - MG
    Construindo Um Novo Tempo
    ADM 2009/2012

  12. wroliveira51 Disse:

    Isso é muita frescura, tá legal?

Deixe seu comentário